Formação Musical

Lauro Lellis, natural de São Paulo, teve sua iniciação musical no Conservatório Pallestrina em meados de 1970, principiando seus estudos através do Piano e Violão.

Em 1973 ingressou no Clam (Centro Livre de Aprendizagem Musical), Escola do Zimbo Trio no Curso de Bateria estudando com o professor João Luiz Arriza (Chumbinho).

Em 1975, no Clam, estudou com Rubens Barsoti (Rubinho) Conceitos de Ritmos Latinos, Improvisação e Prática Musical.

Com o Baterista Jorge Miller estudou técnicas (Baquetas/Vassourinhas) e Interpretação abordando a Linguagem Jazzistica da Bateria nas décadas de 30 à 60.

Com o Baterista Bob Whyat estudou Ciclos Rítmicos/ Estruturas/ Formas Musicais e Improvisação enfocando entre outros o estilo Jazzístico.

Sua formação inclui ainda estudos com os Bateristas Dirceu Medeiros e Dinho Gonçalves (FAP-ARTE) com os quais abordou diversos conceitos da Bateria e Percussão entre Ritmos da Música Popular Brasileira e Leitura Ritmica.

 

Em 1978, com o Prof. Claudio Stephan (Orquestra Sinfônica Municipal) estudou Percussão Erudita enfocando, entre outros tópicos, Teoria da música, Técnicas para Caixa Clara, princípios básicos de Harmonia, Xilofone e Tímpanos.

Estudou Vibrafone com o Prof. Carlos Tarcha (O.S.M./Jazz Sinfônica) e conceitos da Técnica alemã para Caixa Clara.

Em 1986/87 frequentou “Master Classes” com os Bateristas Victor Lewis (Stan Getz), Jeffrey “thin” Watts (Wynton Marsallis) e David Garibaldi (Wishfull Thinking/Tower of Power) no Conservatório Musical Morumbi.

Frequentou ainda Work Shop’s com Bateristas de destaque como: Airto Moreira, Akira Jimbo, Billy Cobhan, Carmine Appice, Dave Weckl, Dennis Chambers, Don Famularo, Greg Bissonette, Horácio “El Negro” Hernandes, Ian Pace, Mike Portnoy, Nico McBrian, Tony Willians, Jonathan Mover entre outros.

Experiência Profissional

Apresentou-se nos Países: Alemanha, Áustria, Argentina, Bélgica, Canadá, Espanha E.U.A., França, Holanda, Itália, Inglaterra, Portugal, Suíça, destacando-se as seguintes apresentações:
XIX Edição do Festival “Banlieues Bleues” (França/Paris) destacando-se as seguintes atividades:

– “Les Actions Musicales” – Realizou Work Shop’s com alunos dos “Colégios das Vilas de Drancy, Bobigny e AuberVilliers com os quais desenvolveu um trabalho de Bateria e Percussão abrangendo Ritmos Brasileiros..
– Show de encerramento do Projeto “Actions Musicales” com participação dos músicos Franceses Robert Santiago (Acordeon), Michael Reman (Percussão), Mariana Feder (Voz) e alunos do Projeto, interpretando obras do Compositor Tom Zé, no Espace Culturel Du Parc, Drancy.
– “Show Jogos de Armar” – Lançamento do “CD Jogos de Armar” pela B.M.G./Ariola França/Paris, no Espace Culturel de Saint-Ouen

– Gravações – “Maison de La Radio”, Programa “Le Pont des Artistes”.
“Rádio Nova” programa de World Music. Paris/França.ALEMANHA – Fest. Ruhrfestpiele / Recklinghausen – Fest. Nachtrock Spezial – Franz Club / Berlin.
AUSTRIA – Club Erimitage / Schwaz.
ARGENTINA – Fest. Estação Brasil – “Fest.Internacional de Buenos Aires” – “Personal Escenário Nokia” / Buenos Aires.
BÉLGICA – Fest. Europália / Antuérpia,Bruxellas, Gent.


CANADÁ – Du Morrier Jazz Fest. / Vancouver, Edmonton, Toronto, Montreal, Sascatchewan.
ESPANHA – Fest. De Outono – “Red Bull Music Academy” / Madrid – Sons da Diversidade / Santiago de Compostela – Fest. Spoken Word / Gijon.
E.U.A. – Fest. Lincoln Center, Teatro Alice Tully Hall – Fest. Summerstage, Central Park – Club S.O.B.S.- Moma, Museu de Arte Moderna / New York – Walker Art Center / Mineápolis.
FRANÇA – Projeto Trama L’European – XXIIº Edição Fest. Banlieues Bleues, Sain Denis – Fest. Brazilian Music, Parck de La Vilette – Noite da Musica Brasileira, New Morning / Paris – Mostra de Música Brasileira, Saint Nazaire – Fest. Eurockeenes / Belfort – Fest. Jazz à Vienne /Vienne Fest.Europália /Valencienne.HOLANDA – Drum Rhythm Fest / Amsterdã – Fest. Europália / Ultrecht
ITÁLIA – Club Via XI Febbraio / Levico – Miro Club / Bolzano – Fandango Jazz Fest./ Roma –Torino World Music Meeting / Torino.
INGLATERRA – Fest. Tropicália, Barbican Center – Projeto Trama, Cadogan Hall – Mostra de Música Latina, Queen Elizabeth Hall / Londres.
PORTUGAL – Fest. World Music – Expo 98 / Lisboa – Noites do Palácio de Cristal / Porto – Fest. Do Mediterrâneo / Loulé – Fest. Do Outro / Guarda – Fest. Músicas do Mundo / Sines – Lançamento do C.D. ¨Estudando a Bossa¨; Teatro Municipal / Vizeu – Centro Cultural Vila Flor / Guimarães.
SUIÇA – 39º Edição Fest. Jazz in Montreux, Sala Miles Davis Hall / Montreux – Club Mühle Huziken, Rubigen – Mostra de Musica Brasileira / Zurick

Talento Jazz (SP), Cabaré Mineiro (BH) e Jazzmania (RJ),Teatros Masp, Tuca (S.P), Jorge Amado (BA),  Rede Sesc (São Paulo e outros Estados) Teatro Municipal (São Paulo/Vitória), Espaço Opinião (P.A.)  entre outros.

Atuou com diversos artistas e musicos da M.P.B. como : Tom Zé, Mara Melges Miriam Batucada, Tetê da Bahia, Amelinha, Elba Ramalho, Silvia Maria, Eliana Estevão,Tuca Fernandes, Iza Brasil, Nerô Niwa (Japão) Djalma Dias, Miltinho, Vicente Barreto, Enock Virgulino, Jarbas Mariz, José Miguel Visnick, Carlinhos Antunes, Suzana Sales, Martinha, Jerry Adriani, Wanderlei Cardoso, Lilian Knapp, Gilberto Ferri, Miguel Briamonte, Leandro Braga, Roberto Dantas (in memorian), Paulo Braga, Léo Mittrilus, Caca Malaquias, Manito (in memorian),

Hector Costita, Nailor “Proveta” Azevedo, Nahor Gomes, Ubaldo Versolatto, Amilson Godoy, Roberto Lazzarini, Bocato, Walmir Gil, Dino Barione, Fabio Oriente, Milton Belmudes,Toddy Murphy,Paulo Tatit, Zaza Amorin, Itamar Collaço, Heraldo do Monte, Amilson Godoy, Oswaldo Amorim, Geraldo Vieira, Anibal Garcia…entre outros.

Integrou Grupos Musicais destacando-se: Banda Jazzco, Banda Memphis, Banda Colosso, Via Brasil, Orquestra  Maestro Eli, Banda Tropical,Quinteto Zácaro, Royal Jazz Band, Grupos Harmonia, Quebra Pedra, Freelarmônica,  Raio Lazer, Ginga, Zampa, Áries ,Projeto Trilhas,…  entre outros.

Participou de diversos Eventos significativos como o Projeto “Boca no Trombone”, Iº e IIº Virada Paulista (Teatro. Lira Paulistana) a Vº Mostra de Jazz de Tatuí,  IIº  Festival de Jazz de Presidente Prudente; Iº, IIº e IIIº Encontro Brasileiro de Bateristas, (Sesc) realizados pela Escola Drum, Cascavel Jazz Fest. como Solista, participando do VII Encontro Brasileiro de Bateristas do Cone Sul (Paraná)), IIIº Encontro Sul de Bateristas (Florianópolis ) II Encontro de Bateristas Sesc Piracicaba.

APRESENTÇÕES EM PROJETOS E FESTIVAIS DESTACANDO-SE:

Instrumental Sesc Paulista, Pelorinho Dia e Noite (Bahia), Retratos do Brasil (Porto Alegre), Pixinguinha (Funarte), Arte nas Ruas, Bairro a Bairro (Secretaria da Cultura de SP), São Paulo Passo e Compasso, Cinquentenário Sesc, São Paulo de Todos os Sons (Sesc).

“São João/Forró de Campina Grande” (Paraíba), Temporadas Populares (Brasília/ Mato Grosso do Sul), Abril pro Rock (Recife) Rumos musicais (Itaú Cultural), Viagens (Itaú Cultural), Aldeia Brasilis (Sesc), Sons do Brazil vol. I idealizado por Zuza Homem de Mello (São Paulo ).

IIº Festival de Música “Cidade de Itajaí” – (Stª Catarina), Xº Festival de Inverno de Diamantina (M. Gerais),2ª Bienal da Une –(Rio de Janeiro),  Projeto Petrobrás “500 Anos de Música”  (Salvador/Bahia) 47º Congresso da UNE (Goiânia) Projeto Viva a Cultura (Piracicaba)), “Sons de São Paulo (Sesi)  MPBH – “A Música abraça a Cidade” (B.H).

Show “Marcha pela Paz” (Praça da Paz/ Ibirapuera S.P) “Tim/Música sem Fronteiras” (S.P.).

VI Festival de Verão (Pedro Leopoldo/B.H.), Séries Especiais do Centro Cultural Banco do Brasil e B.N.D.S. (Brasília/Rio de Janeiro) Inverno Cultural São João Del Rey, Xº e XVIº (M.G) IIº Festival de Inverno de Bragança Paulista/ Fest. De Inverno de Antonina (Paraná)

Bateras em Fúria (Centro Cultural São Paulo) Fest Universitário (Unesp) – (Ilha Solteira).

Circuito Sesc de Artes (Turnê Est. de S.P. ), Projeto M.P.B. Petrobrás Turnée Bahia/Brasília/ Maceió/Aracaju/Fortaleza/Pernambuco/Sta. Catarina, Fest. da Canção de Avaré.

Fest. da Canção São Luiz do Paraitinga , II Fest.de Rock Industrial de Sto. André.

I Virada Cultural Bauru /S.P.,II Semana da Música de Bento Gonçalves- R.G.Sul (2010).

II Tarrafa Literária Santos / S.P. Fest. Demo Sul Londrina/Paraná.

II Fest. Mostra o Jazz Brasil Cx. Cultural S.P.

Heinekeen Concert (S.P)

Iº Festival de Música Étnica – (S.P ).

IIº Festival de World Music – (Belo H. –MG)

Iº Foro Social Mundial (P.A – Rio Grande do Sul)

Rock In Rio III (Rio de Janeiro – R.J)

FILO/ Festival Internacional de Londrina – (Paraná)

XIIº Cascavel Jazz Fest.- (Paraná )

Iº FLIP/ Festa Literária Internacional de Parati- (R.J.)

Feira da Música Independente – Brasília

12º e 14º Porto Alegre em Cena – P.A.

17ª Noite Cultural – Brasília

31º Fest Inverno – ItabiraIº Fest. “Da Loucura” – Barbacena (M.G.)

Iº Fest. Música Independente – Maceió (AL)

Projeto Caixa Cultural – (Curitiba/Rio Janeiro/Brasília)

Music Station – ( B.H./M.G.)Fest. Música do Mundo – Três Pontas (M.G.)

FITO Festival Internacional de Teatro e Objetos- (B.H./M.G.)

MIMO Mostra Internacional de Musica Moderna- Recife- (Pernambuco)

Participou como Jurado de Festivais como : Batuka IIº / IIIº / IVº edição, Fest. Cascavel Jazz Fest), Colégio Visconde de Porto Seguro, Festival da Canção de Uberlândia (M.G.), entre outros….

Como convidado exerceu a função de Vice Diretor de Ensino da “Abemúsica” atuando como um dos coordenadores do “Projeto volta da Música nas Escolas”.

Os trabalhos como Baterista entre gravações e shows com o Compositor Tom Zé tiveram destaque pela critica internacional especializada como o : “The New York Times”, “Revista Dow Beat”,  “New York Newsday”,  Newsweek  (N.York) e  “Le Monde” (França)

Durante os anos de 1984 à 2012 liderou a Banda do Compositor Tom Zé.

Experiência Profissional Didática

-Iniciou sua atividade didática em meados de 1977, como Professor no Curso de Bateria das Escolas Allegro (S.P.) e Idema (S.P.)
-Em 1978 iniciou seu trabalho como professor e diretor do Conservatório Musical Morumbi atualmente Centro Musical Morumbi.
-Durante mais de 20 anos de atividade pedagógica, foi responsável pela formação de diversos músicos que atuam no cenário musical brasileiro, destacando-se: Maguinho (Vitor Biglione), Charles Gavin (Titãs), Narciso Júnior (Blues Jeans), Walmir Valentin (Língua de Trapo), Fernando Silveira “In Memorian” (Octagon), Thiago Nistal (Banda Volver), Gustavo Teixeira (Free Lancer), José C. Schmidt (Código Proibido), Nahame Casseb (Free-Lancer), Zelito (Sertanejo), Carlos Maradei / Arlen Pereira (Caindo de Boca), Nivaldo Kassalias (Espirito Cigano), Thomas Pappon (Londres/Fellini), Douglas Andrade (Orquestra Jovem Tom Jobim), Nôno (Inocentes), Eduardo Salviti (Rita Lee), Robson Santos (Sertanejo),Gelson Campanari (Rock Memory), Fernando Kitagawa (Promoarte), Rodrigo Thurler (Acullia), Renato Pinheiro de Andrade (Pinha), Adriano Tonon (Mogi Guaçu/Prof.), Almir Ximenes (Free Lancer/Prof.), Eloy Casagrande, Alan Farkas,Leandro Maciel (S.P.), Leandro De Carle , entre outros.

Obs: No Centro Musical Morumbi são utilizadas apostilas autorais especialmente desenvolvidas para o Curso de Bateria. Esse material é utilizado por outros professores cadastrados pelo Brasil.
Lauro Lellis é autor do livro “O Samba de Cada Um” direcionado para bateristas..
Atuou também como professor no “Centro de Estudos Musicais Tom Jobim” (Ex. U.L.M. É Formado pelo Instituto de Ensino Superior Senador Flaquer de Sto. André./S.P.
Dentre outras Revistas especializadas, foi colunista da Revista Batera e Percussão (Editora H.M.P.)
Atualmente realiza Work-Shops e Master Class na Capital, Interior (S.P) e em outros estados. Na música instrumental desenvolve um trabalho com o grupo MokshaTrio explorando a diversidade da música brasileira. Apresenta-se regularmente em diversos espaços musicais.
Na área didática é Diretor e Professor do Centro Musical Morumbi.
Lauro Lellis é patrocinado pelas marcas: Baquetas C. Ibañez (Modelo 911 signature), Pratos Bosphorus , Baterias R.M.V. modelo Exclusive e Batera Clube.

Close Menu